Entenda porque a contabilidade é tão importante para as empresas


Para que uma empresa possa ser criada e mantida é preciso ter atenção a diversos aspectos. Questões legais, definição de produtos e serviços, colaboradores, marketing, entre outros deverão fazer parte da rotina empresarial. Porém, dentro destes quesitos a importância da contabilidade destaca-se.


Isso porque, ela servirá de fonte de informação para o processo de tomada de decisão, atendendo a aspectos legais e fiscais, o que permite o conhecimento de diferentes pontos de vista da organização. Neste post você aprenderá mais sobre o assunto e entenderá como a contabilidade é essencial para que sua empresa prospere.


Elaboração de demonstrações contábeis


A elaboração de demonstrações contábeis, mesmo para aquelas empresas que pertencem ao Simples e que possuem algumas facilidades em relação à elaboração e entrega de informações, é essencial em diversas situações.


Caso a sua empresa necessite de um empréstimo ou financiamento, por exemplo, serão exigidas demonstrações como o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado do Exercício. Estes dois documentos devem ser elaborados com base na movimentação diária de sua empresa e demonstram a importância da contabilidade para o seu negócio.


Além disso, para a obtenção de capitais de terceiros junto a instituições financeiras podem ser exigidos extratos bancários e, também, relatórios de faturamento, que deverão estar em dia e serem condizentes com a realidade da sua empresa.


Outra possibilidade ligada à necessidade de elaboração das demonstrações contábeis está atrelada a algum possível problema com o fisco. Seja ele relativo as diferenças em recolhimento de impostos ou, até mesmo, as possíveis ausências no recolhimento.

Somente com uma contabilidade em dia é que os detalhes dos pagamentos feitos poderão ser verificados para que sejam contestadas possíveis dúvidas.


Ainda falando de impostos, a contabilidade é necessária para que sejam feitos estudos e projeções que permitirão à sua empresa a escolha do regime tributário mais adequado. Ou seja, a melhor forma, dentro da lei, para pagamento de menos impostos. Os estudos tributários são feitos com base em suas receitas, despesas e outras contas que só podem ser conhecidas com uma contabilidade em dia.


Fonte: Jornal Contábil